<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d8047882057411995768\x26blogName\x3dDepois+dos+Quinze.\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLACK\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://depoisdosquinze.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_BR\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://depoisdosquinze.blogspot.com/\x26vt\x3d-6378420169756237470', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>
Pretérito
17 de jan de 2010 domingo, janeiro 17, 2010

Pessoas definitivamente não foram feitas para serem esquecidas, mas sim guardadas. Guardadas na mais antiga lembrança ou na mais profunda ferida. Por mais que você diga que se esqueceu, basta um perfume, um lugar ou até mesmo um sonho para que você perceba que não mudou nada. Eu continuo acreditando que as pessoas, principalmente as que um dia amamos, se tornam partes de nós mesmos que agora caminham livres por aí. Criamos essa laço invísivel, que infelizmente ou felizmente é eterno. Por isso temos a estranha sensação de que quando dizemos adeus, deixamos algo que nos pertence para trás. A única escolha que nos resta é nos acostumar. Nós acostumamos com a ausência mas não deixamos de gostar. O tempo não cura nada, só esconde a sujeira para debaixo do tapete. Hoje vejo que perdi muitas pessoas incríveis no tempo, talvez seja mesmo sempre assim. A única certeza que tenho, é que guardo de cada uma delas uma lição, que levarei por toda minha vida. Acho estamos aqui, vivendo, sentindo e amando justamente para isso. Para aprender o valor das coisas. Mesmo que isso sempre aconteça depois de uma despedida, tarde demais.

Escutando: Snow Patrol - open your eyes

Marcadores:



Novembro 2008
Março 2009
Abril 2009
Maio 2009
Junho 2009
Julho 2009
Agosto 2009
Setembro 2009
Outubro 2009
Novembro 2009
Dezembro 2009
Janeiro 2010
Fevereiro 2010
Março 2010
Abril 2010
Maio 2010

Um pouco + sobre Txt inlove Txt Sentimentos Closet 5 coisas Moda Ougod De quinze em quinze Make up fotografia link Passendo pelo Flickr Meus Poemas Fikdik egocentrismo Famosos? Oscar Depoisdosquinze Tentando entender Textos dos outros Surtei Listen MeMe's

Para melhor visualização
desse BLOG utilize
o Google Chrome.

Loading