<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d8047882057411995768\x26blogName\x3dDepois+dos+Quinze.\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLACK\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://depoisdosquinze.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_BR\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://depoisdosquinze.blogspot.com/\x26vt\x3d-6378420169756237470', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>
#Família
8 de jan de 2010 sexta-feira, janeiro 08, 2010

Dizem que os irmãos são nossa única ponte de lembrança com o passado e que por mais que briguem e descordem, no futuro ou em um presente bem próximo estarão juntos mesmo seguindo direções opostas. Nessa nossa idade amar um irmão talvez seja bem complicado. Principalmente quando a diferença de idade não ajuda em nada. Ele ou ela é implicante, rouba suas coisas e ainda conta tudo para sua mãe. Se é muito mais novo é pirralho e só sabe fazer bagunça se é muito mais velho acha que é seu pai e quer dar palpite em tudo. Eu só tenho um irmão, que como eu costumo a dizer vale por uns dez, é mais velho e bem diferente de mim. Não costumamos a brigar muito, só quando o assunto é : O computador. Por mais que eu o odeie sei que não conseguira viver sem ele. Apesar de tudo disso, eu gostaria muito de ter uma casa cheira de irmãos, assim como naquele filme doze é demais. Mesmo que só aconteça no filme, acho bonito esse cuidado e preocupação que rola um com o outro. Um coisa eu sei: Não adianta brigarmos, espernearmos ou chorarmos. Infelizmente ou felizmente família não se escolhe. A nossa única escolha e talvez a mais correta seja ceder, de novo.

Try not to get angry, a little time.
xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

Marcadores:



Novembro 2008
Março 2009
Abril 2009
Maio 2009
Junho 2009
Julho 2009
Agosto 2009
Setembro 2009
Outubro 2009
Novembro 2009
Dezembro 2009
Janeiro 2010
Fevereiro 2010
Março 2010
Abril 2010
Maio 2010

Um pouco + sobre Txt inlove Txt Sentimentos Closet 5 coisas Moda Ougod De quinze em quinze Make up fotografia link Passendo pelo Flickr Meus Poemas Fikdik egocentrismo Famosos? Oscar Depoisdosquinze Tentando entender Textos dos outros Surtei Listen MeMe's

Para melhor visualização
desse BLOG utilize
o Google Chrome.

Loading