<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d8047882057411995768\x26blogName\x3dDepois+dos+Quinze.\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLACK\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://depoisdosquinze.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_BR\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://depoisdosquinze.blogspot.com/\x26vt\x3d-6378420169756237470', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>
18 de ago de 2009 terça-feira, agosto 18, 2009


Insegurança.
Quando você não acredita em você!

O meu maior medo sempre foram os outros, não me chame de covarde e nem ria pelos cantos isso agora só conseguirá fazer com que as coisas piorem. Os anceios em determinados momentos tomam conta de mim, e o simples fato de estar caminhando em alguns de seus pensamentos me assusta, e me dá uma aflição que talvez você nunca consiga entender. Talvez isso esteja relacionado com o meu jeito, ou talvez com a maneira que vejo o mundo a maneira em que vim para o mundo. Não me rebaixo, mas não me valorizo. Eu sei até onde posso chegar, sei até onde posso me arriscar, sei do que sou capaz e sei que isso é menos que eu deveria pensar em conseguir mas o medo de cair, é maior que a vontade de levantar, e isso é tudo.

---

Nós podemos a adquirir com o tempo, ou então nascermos com ela. Para muitos (quase todos) é considerada um defeito para outros uma maneira de ser. Existem milhares tipos de de insegurança, aquela que existe entre um casal, que traz o ciume e afasta. Aquele que não te deixar vestir determinada roupa, aquela que não te deixou falar o queria... na verdade acho que ela nos antinge de maneira mais forte, pois como dizem tudo é intenso nessa época da vida, mas não que ela te abandona na fase adulta, talvez ela fique dentro de você, esperando uma brexa, um medo um receio para aparecer, por isso.
acredite em você.
se você não fizer,
quem mais irá fazer?



Novembro 2008
Março 2009
Abril 2009
Maio 2009
Junho 2009
Julho 2009
Agosto 2009
Setembro 2009
Outubro 2009
Novembro 2009
Dezembro 2009
Janeiro 2010
Fevereiro 2010
Março 2010
Abril 2010
Maio 2010

Um pouco + sobre Txt inlove Txt Sentimentos Closet 5 coisas Moda Ougod De quinze em quinze Make up fotografia link Passendo pelo Flickr Meus Poemas Fikdik egocentrismo Famosos? Oscar Depoisdosquinze Tentando entender Textos dos outros Surtei Listen MeMe's

Para melhor visualização
desse BLOG utilize
o Google Chrome.

Loading